Eventos e notícias

ASSANT

   De mãos abertas, acolhendo seu coração

Ação social

Santo  antônio

As voluntárias italianas, Pamela e Federica estiveram novamente na Ação social entre os dias 21 a 29 de abril para uma visita rápida. O laço que se criou com as crianças acolhidas é tão forte que elas,  embora com apenas uma semana de férias à disposição, resolveram vir para ficar com as crianças e matarem a saudade. Ressaltamos que elas vieram com recursos próprios.  Agradecemos de coração por tamanho carinho e disponibilidade.

Trabalhos manuais dos acolhidos

O saber de Mão em Mão

Frutos do esforço da “Família Ação Social”

Como diz Luciana (12 anos )  “Participar das oficinas é muito importante , porque  com isso a gente aprende  a trabalhar desde pequena  e evita aprender coisa ruim.”

Fundamentada nesse pensamento, a Ação social  Santo Antônio  oferece  várias oficinas, às  crianças  e adolescentes  acolhidos, visando a prevenção  e superação de diferentes formas de exclusão , garantindo assim a qualidade de vida e melhores padrões de cidadania.

Depoimentos de algumas crianças que participam das  oficinas.

“A irmã deixa a gente fazer o bordado para aumentar o nosso interesse de aprender e para enfeitar as mesas com as toalhas bordadas” (Alan Patrick, 12 anos).

“É bom bordar porque a gente fica quieto , para  de malinar e ainda pode ganhar um dinheirinho para comprar as coisas. Eu também gosto  quando alguém vem aqui ensinar, mas agora eu aprendi .”(Maurício 11 anos).

Irmãs Franciscanas Penitentes Recoletinas

“Todo mundo ama um dia, todo mundo chora, um dia a gente chega e outro vai embora. Cada um de nós compõe a sua história, cada ser em si carrega o dom de ser capaz, de ser feliz...” Seguindo a inspiração de Almir Sater, quero falar um pouco das mudanças  na ASSA.  Na comunidade das irmãs, saíram as irmãs Fidélia  e  Clea .Foram destinadas à outra comunidade. Claro que já  passou a hora para boas vindas e agradecimento, mas quero dizer que, em se tratando de missão, cada um é indispensável enquanto chamado . Com a chegada das irmãs Paula e Socorro, sinto-me bastante aliviada. A irmã Socorro, como enfermeira , marca presença 24h, na ala dos idosos, e encaminha o que deve ser feito  com ou sem a minha presença.  Irmã Paula presta serviço na clausura e ajuda no que pode. Gosta de visitar as pessoas e isto é bom e salutar. Ambas já se sentem em casa. O  mesmo desejamos para as irmãs Cléa e Fidélia, na comunidade onde estão.

Passeio na praia

 

O projeto está em andamento. Houve um impasse com a prefeitura, em relação à fabricação de bloquetes, que atrasou ainda mais a realização do parque. No fim, resolvemos fabricar os boquetes por nossa conta. Todo o material de iluminação, bancos e os vários brinquedos já chegaram e esperamos apenas a fabricação  e o assentamento dos bloquetes para podermos dar continuidade aos trabalhos.

Projeto Parque infantil

O artigo 230 da Constituição Federal assegura ao idoso o direito de  ser assistido prioritariamente por sua família. A ele é assegurada prioridade no direito à saúde, à alimentação, à educação, à cultura, ao esporte, ao lazer, ao trabalho, à cidadania, à liberdade, à dignidade, ao respeito e à convivência familiar e comunitária. Diante disso, informamos que até os programas de amparo ao idoso, de preferência, devem ocorrer no próprio lar, ficando o encaminhamento, a abrigos, como última alternativa. Portanto,  ao requerer vaga na instituição para acolhimento de idoso, recomendamos que procure o CRAS- Centro de Referência da Assistência Social  de seu município, pois o mesmo conta  com  Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif)  que é um trabalho de caráter continuado e visa a fortalecer a função de proteção das famílias, prevenindo a ruptura de laços, promovendo o acesso e usufruto de direitos e contribuindo para a melhoria da qualidade de vida de sua família.      Diante do exposto, após o acolhimento pelos técnicos CRAS e comprovado pelos mesmos a necessidade da institucionalização  do idoso  e a existência da vaga na Ação Social Santo Antônio,   favor encaminhar  o idoso, juntamente com o estudo  social  realizado, à instituição. Ressaltamos, porém, que ao ser institucionalizado, é de suma importância para o desenvolvimento físico, psicológico e moral do idoso, a preservação dos vínculos familiares. Esse vínculo não é só biológico, é também afetivo, pois embora o Estatuto do Idoso preveja a atenção familiar ao idoso, este não se cumpre, sendo muitas vezes os idosos abandonados pela própria família. Consequentemente,  o próprio idoso chega a optar por estar em uma Instituição de Atendimento ao Idoso, ao invés de conviver com sua família, haja vista que não é bem-vindo em sua própria residência.

Visando assegurar o direito e a convivência familiar  às pessoas idosas,  a Ação Social Santo Antônio estabelece normas para  acolhimento da pessoa idosa

Em janeiro de 2011, foi organizada uma excursão à praia com as crianças acolhidas da Ação Social.

Fazia tempo que a Ir. Marilda planejava esse passeio e, através da ajuda de benfeitores  e do dinheiro conseguido com a venda de doces, polpa e bordados confeccionados pelo acolhidos, o sonho se tornou realidade. A maioria das crianças nunca tinha visto o mar e foi uma experiência inesquecível que proporcionou muita alegria e diversão.

VOLUNTÁRIAS ITALIANAS

Adoções, reintegração à família e novos acolhidos

“O projeto do campo de futebol da Ação Social está   finalizado. Terminamos de gramar e instalamos a rede de irrigação . Finalizamos a proteção de alambrado e a rede de iluminação. A partir do mês de maio, a   escolinha de futebol do professor de educação física, Fábio, está treinando no nosso campinho, dando a possibilidade, às nossas crianças, de participarem  desse importante momento de esporte. Em julho, haverá um minitorneio de inauguração.  A partir de 15 de julho, começaremos a  alugar o campo para torneios e jogos de adultos. Quem estiver interessado, poderá nos contatar pelo telefone 37311337 ou diretamente na sede da Ação Social.     

O que era bom é para ser ainda melhor. A ASSA sempre prestou uma boa assistência aos idosos e crianças da cidade de Araçuaí e região. As parcerias com algumas cidades, da comarca de Araçuaí, tem nos ajudado a melhorar a qualidade dos serviços prestados aos acolhidos na ASSA. Cada um dos nossos parceiros conhece as exigências das leis que dão direito à criança e ao idoso, institucionalizados, de receberem um tratamento digno não por caridade, mas, por direito.     A equipe da ASSA, além de conhecer as leis do ECA, não tem medo de dizer que mesmo sabendo dos nossos limites, o que nos impulsiona é a lei do amor. A lei é coisa boa, mas não garante a doação e a entrega. É só o amor. Ele nos faz criativos, capazes de  inventar coisas e realizar sonhos que humanamente sejam impossíveis. O desejo de tornar a ASSA um lugar bom de  viver e conviver, aos poucos vai tornando realidade. Agora, já não falo só da equipe de trabalho e funcionários. Falo de você cliente dos produtos da ASSA, falo com você consumidor das polpas GOSTO DE SAÚDE. Você está ajudando na reforma dos armários dos quartos dos idosos. Podemos ver  os quartos, já reformados com armários novos, como ficaram, é claro com um novo visual. Tudo isso ajuda a realizar nosso sonho em proporcionar, aos nossos acolhidos, um ambiente agradável e digno. Obrigado a você que por amor, escolhe nossos produtos e nos ajuda tornando também seu, este projeto de amor.

Reforma geral da ala dos idosos

“Se você não pode mudar seu destino, mude, sua atitude”

Depois  de começar  a conviver com as crianças e adolescentes acolhidos na  ASSA, resolvemos levá-los para passar um dia no sítio conosco. Além de proporcionar a essas crianças e adolescentes o convívio com outros segmentos da comunidade, elas tiveram oportunidade de interagir com a natureza. Considero que esse contato é fundamental para a vida deles. O que mais  me emociona é que as crianças, apesar de todas as suas carências, conseguem energizar e deixar alegria pelos lugares por onde passam. Afinal, Criança é a imagem e semelhança de Deus. É esperança; é sinal de vida nova a cada dia. Depois desta experiência maravilhosa,  nosso sítio nunca mais foi o mesmo. Enfim, mudar nossa atitude, proporcionando a estas crianças/adolescentes estes momentos de lazer, fez-nos muito felizes e, desde já, convido a todos a desfrutarem desta experiência.

Fernanda S. Martins

Passeio das crianças acolhidas em um sítio de uma frequentadora da Ação Social

Festa Julina

Ir. Socorro

Caixa de texto: Ir. Paula

A Ação Social Santo Antônio renova, a cada dia, o seu compromisso de acolher crianças, adolescentes e idosos em situação de vulnerabilidade social ou abandono. Nos últimos  seis meses, foram acolhidas as crianças e adolescentes:

 

A.G-0  1 ano –P. Paraiso  ,    B.E – 06 meses - Araçuaí   , C.    -11 anos-Medina

C.J-   13 dias - P. Paraiso  ,    E. G.-01 ano -Araçuaí  ,       Y.G-01 ano -Araçuaí

                           

Retornaram às família:

A . S  - Itaobim , B. E  - Araçuaí, E.V. - P. Paraiso, J.T– São Paulo,   M. Vitória –V. Lapa

 R. T- São Paulo, S. S– Araçuaí,

 

 Faleceram nos últimos 06 meses :

 José Maria Ferreira da Cruz, 74 anos.

 Durvalina Rodrigues de Souza,91 anos,

 Geraldo Luiz Santos ,84 anos, Antônio Luiz dos Santos ,93 anos,

 Antônio vieira dos santos  91 anos,

Douglas Martins  oliveira 18 anos.

 

Acolhidos na Ala Idosos nos últimos 06 meses

Geraldo Pereira Lopes,  Padre Paraiso

Jaime dos Santos -Ponto dos Volantes

 

Rubens santos Araçuaí

Maria Mendes- Araçuaí

Neli de Fatima—Araçuaí

Saíram da Ação Social 2 idosos:

José  Unilson

Joaquim Gomes

Atualmente se encontram acolhidos na ASSA 50 idosos. 

Projeto campo de futebol

Nova fisioterapia

Foi concluída a nova fisioterapia, muito mais ampla e luminosa, que está proporcionando  mais conforto e funcionalidade. O fisioterapeuta Olinto Junior Souza Rocha, que fez um trabalho de dedicação e humanidade,  transferiu-se para Belo horizonte e foi substituído pelo Juliano Chaves de Souza, um excelente profissional ,que deixou esse testemunho:

Ser fisioterapeuta em uma instituição como a Ação Social é estar  permanentemente mobilizado em todo envolvimento e ação que diz  respeito ao ser humano, desde a sua concepção até a morte. É estar constantemente envolvido  na responsabilidade social e primordialmente ética de diminuir o sofrimento humano, devolvendo aos institucionalizados o convívio social. A ação na esperança é  a grande transformação que, no nosso caso, será mais vida, com qualidade e graça. “Esperança sem ação é doce ilusão”.

( Juliano Chaves / Fisioterapeuta).

É  com grande satisfação que convidamos vocês para participarem da 13ª animadíssima FESTA JULINA em prol da AÇÃO SOCIAL SANTO ANTÔNIO. Realizar-se- á no dia 07 de julho, a partir das 20 horas. Neste ano, com uma novidade de voltar  a  festa, na sede da entidade acima citada,  com o objetivo de promover a convivência familiar e comunitária dos acolhidos. Sabemos que sempre foi o desejo, de toda a comunidade,  que a festa acontecesse neste local. Queremos agradecer a diretoria do Planalto Tênis Clube juntamente com todos  os sócios, que nos concederam o espaço,   durante os anos anteriores.     Contamos novamente com a participação e colaboração de todos vocês, para que este evento continue sendo uma demonstração de solidariedade e confraternização, junto às pessoas que têm muito carinho com essa entidade.  Estamos esperando por vocês. A animação fica por conta de João Pedro e Luan ( O Melhor Sertanejo Universitário ) e o seu coração aberto para esse evento. Esperamos vocês.